Bloqueio na educação, números diferentes

Publicado em 17/05/2019 por FSB Comunicação

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior apresentou balanço dos bloqueios orçamentários aplicados pelo Ministério da Educação.
Os dados são diferentes dos anunciados pelo ministro Abraham Weintraub.
Segundo a Andifes, o orçamento das instituições federais para este ano era de R$ 6,9 bilhões. Desse total, R$ 2 bilhões foram contingenciados, o que resulta num bloqueio de 29,7% das verbas discricionárias. O governo fala que esse percentual é de 24,8%.
Os bloqueios orçamentários sobre as despesas não obrigatórias variam de 15,82%, na Universidade Federal de Juiz de Fora, a 53,96%, na Universidade Federal do Sul da Bahia. Se for considerado o orçamento total (que inclui os gastos obrigatórios), a média dos cortes é de 4,31%. Segundo o MEC, o percentual sobre o orçamento total representa de 3,4%.