Importação de soja e milho feita pela China aumenta em abril

Publicado em 28/05/2019 por Dinheiro Rural

Pequim, 27 – As importações chinesas de soja totalizaram 7,64 milhões de toneladas em abril deste ano, avanço de 10,4% ante igual período do ano anterior, informou na manhã desta segunda-feira, 27, o Departamento de Alfândegas da China. Apesar do incremento mensal, no acumulado do ano, o país asiático importou 24,388 milhões de toneladas, volume 7,9% inferior ao comprado no primeiro quadrimestre de 2018.
Dentre os derivados da oleaginosa, a China adquiriu 5,718 mil toneladas de óleo de soja em abril deste ano, recuo de 29,8% em relação ao volume registrado no mesmo mês do ano passado. Nos primeiros quatro meses do ano, a importação da commodity totalizou 140,1 mil toneladas, avanço de 232,1% na comparação anual.
As importações chinesas de milho chegaram a 663,8 mil toneladas em abril, aumento de 75,1% ante abril de 2018. No acumulado de 2019, o país importou 45,8% de milho a mais que em igual intervalo de 2018, totalizando 1,645 milhão de toneladas.
De trigo, os chineses importaram 196,6 mil toneladas em abril, volume 44,9% menor que o de igual mês do ano passado. No primeiro quadrimestre do ano, as importações do cereal pelo país asiático totalizaram 1,154 milhão de toneladas, incremento de 25,5% em relação ao mesmo período do ano anterior.
No mercado de algodão, a China importou 179,8 mil toneladas em abril, avanço de 71,5% ante igual intervalo de 2018. A importação da fibra natural totalizou 840,9 mil toneladas nos quatro primeiros meses deste ano, volume 87,5% superior ao importado em igual período do ano anterior.
As aquisições de óleo de palma pela China atingiram 469,1 mil toneladas, volume 50,4% superior em relação ao importado um ano antes. No primeiro quadrimestre do ano, a importação da commodity registrou avanço de 34,2% ante igual intervalo do ano anterior, alcançando 2,191 milhão de toneladas. Fonte: Dow Jones Newswires.